Vr.Ironic

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Incógnita








O que não se vê é o que realmente vale!


Como saber se alguém é isso ou aquilo antes de poder estar ao lado e vivenciar


seus risos, suas dores, odores, sabores, crises, cores?


Do alto dos meus sonhos me vejo perdida...


sem saída ao mesmo tempo segura de quem sou...


Segura não estou, mas tenho certeza que valho apena...


Como descrever-me para quem nunca ousou abrir um mero sorriso ou olhar nos meus olhos?


Como poderia definir em algumas linhas três décadas, talvez duas de autoconhecimento e descobertas!?


Facilmente emociono-me, sorriso fácil e humor instável, eu choro ao ver novela filme ou comédia!
Me irrita barulho, latido ou buzina! Fome ou sono me deixam de mau humor...


Ouço atentamente a notícia e não me levanto na hora da propagando mais legal do intervalo!


Nem me distraio quando quero saber do que se trata o plantão, mas viajo sem rumo ao ver meus sonhos em um telão de cinema, ou assistindo filme no quarto enquanto os outros festejam alguma coisa!


Coleciono de ação à comédia, biografias geniais, clássicos infantis e contemporâneos de enredos reais... Adoro seriados polêmicos os quais me identifico e que chocam quem acha que me conhece!


Bebo cerveja, mas prefiro vinho. Abro mão do que gosto por quem eu gosto...


Admiro respeito e consideração, não precisa me admirar, basta ter respeito, pois consideração é algo maior que o próprio gostar!


Minhas músicas, leitura e time são apenas conseqüências do que aprendi a gostar, mas isso não vai mudar o fato de querer conquistar o que eu quero, mesmo que seja diferente de mim!


Estar presente não significa estar junto, preciso que esteja comigo e não apenas ao meu lado!


Busco entender o por que das perguntas sem respostas, pois quando ouço um questionamento e em seguida o silêncio tenho certeza que não se deve questionar muita coisa!


E você o que acha disso tudo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário