Vr.Ironic

quinta-feira, 22 de julho de 2010

CoMo BOrDõEs


cOmo BoRdões FaMoSos E dA mOda VoCê RePetE sEus PaSsOs E vOnTades




como uma peça bem ensaiada, minunciosamente ensaiada,




CAPAZ DE DEIXÁ-LA TRANSTORNADA SE SAIR DA SUA ORDEM






"Me dê uma toalhinha ali!''




''Já fechou a porta?''


''Guardou tudo?''






''E a porta do quintal, já trancou?''




''o desodorante


o creme


o perfume


agora pode pentear o cabelo!''




Seus bordões iguais e usados ordenadamente, na mesma hora, como se fossem progrmados para desparar, todos os dias, nos mesmos momentos, a cada identico avanço do seu dia... São uma grande peça ensaiada que você nunca erra.




E depois de deitada, luz apagada, depois de me ajeitar no cantinho frio da cama, embaixo do edredon sua voz presa, tensa, tímida chama no escuro: -''FIA''?!




Antes de dormir ouço seu último bordão...




mE viRE aQuI uM pOuQuInHO!


....tA bOm!


Deus te abençoe!

2 comentários: